domingo, 9 de outubro de 2016

De agora, para a Manu de agora.

Só pra achar uma folha limpa já passou por um monte de lembranças, né? Quanto coisa boa, quantas músicas, quantas homenagens! Quanto amor dentro das páginas do que seria um simples caderno de anotações!

Ainda bem que o tempo passa, muita coisa melhora... Para de se medir, sente mesmo, põe pra fora o que sua coragem permitir, respira fundo e vai desafiando essa coragem escassa, você pode ser muito mais que isso.

Se for pra sentir o nervoso, que seja depois de falar, as sombras que você guardou não podem te incomodar pra sempre, você percebeu isso quando lembrou do melhor abraço, de quem se dobra e desdobra para ser presente, hoje você percebeu que não vai soltar um guarda chuva que te convence que a tempestade pode ser boa.

É esse Guarda Chuva que vai estar contigo, quando sentir ciúmes, saudade ou frustração, é com ele que você vai pirar quando a bagunça for menor e tudo estiver melhorando. No caso das lembranças citadas ali, tenta se lembrar só do que faz bem, se livra de gente ruim e foca em ouvir música boa.

Sabe Manu, você vive em constante mudança, fez bem em perceber que existem pessoas que não merecem sentimento algum, faz bem em tentar ser apoio pra quem te faz sorrir, faz bem em tentar sorrir pra pra si mesma, se volta! Você pode ser uma grande garota!