domingo, 24 de abril de 2016

Não era pra ser

Eu sinto falta de algumas coisas,  de alguns momentos e até de algumas pessoas, mas tenho mais que certeza de que não quero que nada, nem ninguém volte.

Por que? Porque nada foi exatamente real,  foi ilusão,  aqueles amigos mentiram, atuaram, e quando eles cansaram de interpretar seus papéis viraram as costas.

Como eu fiquei? Com saudade, não nego,  mas vejo que ta tudo melhorando, não há nada muito real para sentir falta. Não era pra ser. Isso tudo aconteceu para que coisas, pessoas e momentos melhores pudessem vir e também pude ter certeza sobre quem andava comigo.

Não tem muito o que dizer sobre quem não foi embora porque quis, sobre quem se foi obrigatóriamente, eu só espero que um dia a neblina fique mais clara, enquanto isso eu ando alimentando a esperança mínima.
Agradecendo quem fica.