terça-feira, 7 de junho de 2016

Um horror chamado assédio

Geralmente penso muito e depoooois escrevo e me expresso muito melhor nos textos do que achava inicialmente. Mas passei a tarde toda pensando e esse texto será um pouco diferente...

Assédio. Essa palavra diz muito e causa arrepio e não só em mim, mas em muitas, é absurdo. Por favor, não venham dizer que sou nova demais para falar sobre o assunto, me incomoda, me machuca e vou falar.

Conheço muitas garotas que não se importam com assédio,  acham legal, que se divertem com isso. Mas eu não sou assim! Nunca fui! Não dou liberdade pra qualquer um! Tenho amigos homens, e falo sobre diversos assuntos, muita coisa mesmo, e olha só,  nunca me faltaram com respeito. De gente nojenta que se acha no direito de ofender verbalmente ou tocar outras pessoas sem permissão eu quero é distância!

Sinceramente? Tô indignada, por ter que passar por certas situações  e ve-las sendo encaradas como "normais" ou "engraçadas". Eu não acho, e tenho certeza que pra quem passa não é. Seu espaço acaba quando começa o do outro. 

É horrível pensar que o assédio é considerado "comum", é horrível pensar que esse é o mundo no qual eu vivo, é horrível perceber que realmente há uma cultura do estupro/assédio. É horrível uma mudança parecer tão distante.